quinta-feira, 21 de julho de 2011

waltz for peace

Eu estou preso em uma falsa satisfaçao.Faz alguns dias que venho guardando coisas, suportando outras e tapando aquilo que nao é meu.
Não gosto de certas atitudes de pessoas na minha volta,mas o que fazer quando sou obrigado a conviver com essas ?
Tentei convencer algumas de que estão fazendo o errado achando ser o certo,mas fui tachado como o errado. Agora me odeiam por isso. Tudo bem, está na hora de agir friamente e seguir em frente. Até por que nunca fui de me preocupar muito com os outros quando tenho um outro ideal nao é mesmo ?

Ontem falei com alguem que bem... eu sinceramente confesso que errei. Errei na forma em que eu fiz as coisas. A pessoa certa talvez tenha aparecido na hora certa para mim,porem foi a hora errada de ter aparecido. Agora espero ter aprendido a liçao que a sabedoria* me deu e seguir em frente um pouco mais sabio.
Vi que meus conceitos estao mudando pouco a pouco. Talvez esse 1 mes e pouco que tenha sido valido para algo no fim de tudo. E espero nao cometer mais os mesmos erros de antes.

Eu fico chateado com algumas coisas quando penso nelas.
Sinto como se meu coração estivesse em uma tormenta e toda vez que isso acontece é como se meu corpo estivesse sendo cortado, igual daquela vez.O fato tambem é que a chuva insiste em nao parar de cair,todos os dias nessa última semana.
Aversao a satisfação ? Talvez, eu nao consigo mais me sentir totalmente satisfeito sabendo que vai chegar a hora em que vou desabar em dores novamente.
Eu achava que era capaz de perdoar...mas o que perdoar se nada foi feito errado ?
O que eu lamento é a minha incapacidade de ter sido aquilo que era preciso naquele momento. Mesmo tentando varias e varias vezes.

A realidade é amarga e horrivel.Então eu tento fazer de conta que nada existe para poder olhar para aquilo que durante muito tempo me foi a unica coisa importante. Aquilo que eu tinha como simbolo de um laço eterno eu joguei fora, pois me machucava olhar para aquilo e saber o que acontecia e acontece.

Lá se foi o sonho de começar uma nova historia...eu nao projeto mais meus sonhos.
Não há como sonhar algo por aqui, se mantenho uma sombra que nao irá desaparecer de dentro de mim.
Uma sombra que nao quero me afastar. Uma sombra que eu amo.

Quero fazer algo que me deixe orgulhoso para quando eu parar e pensar, me sinta de fato orgulhoso e satisfeito. Mas o que posso fazer se nada posso fazer ?

Há momentos em que me sinto muito sozinho no mundo. Talvez eu realmente seja.
Não, eu nao sei dar valor aos meus amigos.Depois que passei a deixa-los de lado,nao consigo mais saber o quão importante eles podem ser agora que tenho mantido contato com eles.

Aqueles planos de futuro de ser aquilo...de fazer algo daqui tanto tempo e tudo mais foram todos para o nada.
Na verdade eu sinto como se tudo se fosse para o esgoto diariamente, junto da chuva que nao para de cair nessa cidade.
Eu me lembro de quando meu coração bateu mais rapido do que meu peito podia suportar, e ultimamente a sensação de nada poder fazer tem sido igual.

Enfim, nada se pode fazer. Agora o jeito é nao conversar com minha mae que nao tem mais uma relaçao amistosa comigo.
Se foder no quartel por nao querer ser tratado como criança e fazer todo mundo se foder por minha culpa.
E por ultimo esquecer a coisa mais importante pra mim.

Gostaria de ser uma musica.

#np: 3nd - Waltz for Lilly

* jihye

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite tambem http://www.aoitsukiblog.blogspot.com/ (ou não xD)