domingo, 17 de março de 2013

Wrong way



Eu e meus excessos.
Sim,eu nunca aprendo.
Isso se chama burrice.

Quando acredito que as coisas estão se encaminhando bem, sempre vou dar um jeito de fazer uma cagada, e de preferencia algo que envolva outra pessoa.

Na verdade, eu não tenho capacidade de sustentar algo e o mais dificil foi aceitar isso, agora eu já aceitei. Na idade que estamos, nao se constroi mais um castelo de areia. E também não se habita mais em coisas desse tipo. Não há espaço para pensar apenas em sí mesmo. Ou tu pensa em todos, ou cai fora desse mundo cara.

Daqui pra frente eu não sei ao certo como vai ser, mas eu ja pensei assim outras vezes e por mais que tenha sido dificil e doloroso, me mantive vivo e errante.

A maior lamentação agora, é de ter feito mal a um coração por uma besteira da minha parte. Eu sempre dou um jeito de transformar tudo em dor na real. E eu ainda recordo quando o desejo era que eu não magoasse ninguem durante o percurso. Acho que isso nunca vai ser possivel, nunca.

Mesmo assim, eu acredito que valeu.
Quem sabe a gente ainda vá se ver outro dia. Enquanto isso, procuro a receita da vida normal.
Infelizmente eu lamento, mas não deu.
Outra vez.

quarta-feira, 6 de março de 2013